<$BlogRSDUrl$>

terça-feira, janeiro 13, 2004

Fungo-gágá da Bicharada - A Mula da Margem Sul 

A Mula da Margem Sul e as suas grandes qualidades: pontualidade; impressionar os seus superiores; criar boatos; zurrar bem alto ao mesmo tempo que se empanturra em fardos de palha; engatar asnos.
Pontualidade: Quão pontual é a nossa amiga Mula. Ao gong de entrada pica o ponto. A escassos segundos do gong de saída lá a vemos pronta, de ponto em riste, à espera do segundo fatal para riscar mais um dia de trabalho. E ai de quem a tente impedir.
Impressionar os seus superiores/Criar boatos: Oh que exemplar funcionária é a amiga Mula. Tão frequentemente a vemos naquele frémito tão típico dela: quase parada. A única altura do dia em que realmente a vemos em grande acção é quando os seus superiores estão por perto. Aí com grande esforço, alça o pesado traseiro que teima em arrastar-se pelo chão e zurra em grande tom: "Oh Dr., hihon, já viu que hihon eu hoje já fiz isto tudo, hihon". Pior que tudo é vê-la querer fazer o maior brilharete de todos: inventado, controlando, congeminando, apregoando ao ouvido do mais ingénuo, formas de tramar o próximo para que no final os superiores lhe passem as patas pelo pêlo.
Zurrar bem alto ao mesmo tempo que se empanturra em fardos de palha: Como se todas as qualidades anteriormente descritas não fossem suficientes, ainda surge esta que é difícil superar. Como qualquer ser pontual, a amiga Mula também tem uma hora certa para comer. Todos os dias a vemos comer à mesma hora. São fardos de palha gigantescos, embrulhados em papel para parecer bem educada. O pior é que o dito horário de comer coincide com o do trabalho. Como não consegue abdicar da bucha empalhada, lá a vemos atender os seus animais clientes de boca cheia de palha, zurrando bem alto simultaneamente. É frequente ver-se alguns deles abandonarem-na, envergonhados com o pequeno salpico de palha pregado ao casaco.
Engatar asnos: A última das suas grandes qualidades é de facto o esforço que faz por engatar qualquer Asno que dela se aproxime. Qual taberneiro, frequentador de casas de Mulas, é brilhante a forma como a vemos exibir-se no antro-das-bifanas-dos-Asnos, encostando-se a um, roçando-se no outro, zurrando para o dono e oferecendo ao mais distraído: "Quer uma bica, hihon?". O último, para sorte dele, era gay.

Comments: Enviar um comentário





This page is powered by Blogger. Isn't yours?